Nova sede da Siemens é auto-suficiente quase a 100%

As novas instalações da gigante da electrónica Siemens, em Munique, foram inauguradas a 24 de Junho e contam já com o título de um dos edifícios mais sustentáveis do mundo.

Com 45.000 metros quadrados, a nova sede da Siemens é praticamente auto-suficiente em consumos energéticos. Em relação aos consumos registados na antiga sede, a empresa gasta menos 90% de electricidade, menos 75% de água e diminuiu as emissões de CO2 em cerca de 90%.

Segundo o Idealista, o edifício foi projectado pelo gabinete de arquitectura Henning Larsen Architects e tem capacidade para 1200 colaboradores, com várias janelas de tamanhos generosos e muita luz natural nas salas.

Para alcançar consumos energéticos tão amigos do ambiente, foi feita forte aposta no uso de energia geotérmica, fundamental no sistema de controlo climatérico do edifício. Assim, cerca de 100.000 litros de água são bombeados por hora pelos 70 km de canos da fundação do complexo, adaptando-se a temperatura do escritório às reais necessidades.

No telhado podem ainda ser recolhidos até 1,5 milhões de litros de águas pluviais, para serem usados, por exemplo, nas descargas sanitárias. Lá em cima, está também instalado o sistema fotovoltaico, que pode gerar cerca de um terço da energia necessária por todas as instalações.

Posted on 05-07-2016 in Greensavers

Siemens_e.jpg